Término virtual: pesquisa revela como parceiros agem na internet antes de terminarem o relacionamento

Publicidade

Pesquisa norte-americana avaliou o perfil de 6,8 mil usuários antes e após o término e constatou mudança na linguagem; Nerd Sedutor, Rafael Lopes, afirma que comportamento online é um reflexo da vida real

A decisão de terminar um relacionamento amoroso pode não ser fácil, porém um estudo comportamental da Universidade do Texas em Austin (UT Austin), nos Estados Unidos, sugere que pessoas que estão pensando em tomar essa atitude já começam a dar indícios publicamente explícitos meses antes de concretizá-la.

De acordo com os pesquisadores – que analisaram 6,8 mil usuários da plataforma Reddit por um ano antes e um depois do anúncio do término – o principal indicativo é a mudança no padrão de linguagem nas redes sociais com uso mais frequente de pronomes em primeira pessoa.

Publicidade

Segundo os responsáveis pelo estudo (publicado neste mês no  portal Proceedings of the National Academy of Sciences) o comportamento pode ter relação com a depressão, já que quem está deprimido tende a voltar à atenção para si. Entretanto, para o consultor de relacionamentos Rafael Lopes, do canal Nerd Sedutor, os indicativos online são uma representação do que, de fato, já acontece na vida real do casal.

“Quando uma pessoa está insatisfeita com o relacionamento, ela deixa de incluir o parceiro nas atividades rotineiras. Ao invés de falar ‘nós estamos pensando’, ‘nós vamos’, ‘nós queremos’, ela passa a dizer ‘eu vou’ e ‘eu quero’ e começa a fazer planos apenas para si e a tomar decisões individuais, ainda que de forma inconsciente”, afirma o consultor que já ministra cursos e palestras sobre relacionamentos.

O especialista ressalta a importância do diálogo franco para manter o relacionamento saudável.

“Conversar sempre é a melhor opção. Propor um diálogo pode surgir de ambos os lados, tanto de quem está insatisfeito, quanto de quem acredita que o parceiro está infeliz”, afirma. “Observar padrões individualistas pode ser um alerta de que algo não está bem e de que é hora de pôr as cartas na mesa e entender o que vai mal”, finaliza.

O consultor, que acumula mais de meio milhão de inscritos no canal do Youtube, e cerca de 100 mil seguidores no Instagram, recomenda ainda que, se houver muita dificuldade para lidar com essas questões, a ajuda de um profissional pode ser indispensável.

Publicidade

Artigos relacionados

Comentarios

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe o artigo

Artigos Mais Recentes