Signo solar, lunar e ascendente: o que são e quais as diferenças entre eles?

Publicidade

Ao longo dos anos, a astrologia vem se consolidando como ferramenta de autoconhecimento e se tornando um assunto cada vez mais frequente no cotidiano de muitas pessoas. Mesmo quem não acredita em horóscopo certamente sabe dizer qual é o seu signo solar, afinal, ele é identificado pela data de nascimento.

No entanto, engana-se quem pensa que a astrologia se baseia apenas na posição em que o sol estava quando uma determinada pessoa nasceu. Com o avanço da tecnologia e a popularização do tema, diversas pessoas conseguem fazer seu mapa astral grátis com apenas alguns cliques e descobrir outras informações.

Entre os detalhamentos presentes em um estudo mais avançado estão o signo lunar e o ascendente, dois aspectos tão importantes quanto o signo solar para compreender características e potenciais do mapa pessoal de uma pessoa.

Publicidade

Embora muitos se confundam, os signos solar, lunar e ascendente possuem diferenças entre si, pois cada um exerce influência em uma área específica da vida, sendo fundamentais para conhecer de forma clara a identidade de um indivíduo, seus objetivos e maneiras de agir.

Signo solar: personalidade

O signo mais conhecido no mapa astral é o solar. De acordo com a astróloga Claudia Lisboa, este signo é definido a partir da posição do sol no momento do nascimento de um indivíduo.

Para identificar o signo solar, basta saber o dia e o mês do nascimento, a partir disso, é possível descobrir em qual constelação o sol estava posicionado. Um geminiano ao nascer, por exemplo, tinha o sol posicionado na constelação de Gêmeos, um libriano na de Libra e assim por diante.

Em seu blog, Claudia Lisboa aponta que, na astrologia, o sol cumpre a função de representar a consciência do indivíduo, sendo a força responsável pela constituição da individualidade. “O sol tem a ver com nosso aspecto mental, como vemos a vida, o nosso plano racional. É o aspecto de clareza sobre as coisas”, afirma a astróloga.

Embora seja responsável por definir características principais da personalidade, o signo solar pode sofrer influências de outros aspectos do mapa astrológico. O signo lunar, o ascendente e a posição dos outros planetas também afetam os traços de identidade de um indivíduo.

Signo lunar: emoção

Segundo Claudia Lisboa, o signo lunar é o oposto do solar. “A lua tem a ver com os afetos, com o emocional, como nos sentimos, como somos afetados e como afetamos as pessoas a partir de um modo de sentir o mundo”, aponta a profissional. Ou seja, o signo lunar tem relação direta com os sentimentos e com a forma como uma pessoa se expressa.

Se para identificar o signo solar basta o dia e mês do nascimento, segundo a astróloga, a posição da lua no mapa astral é um pouco mais difícil de determinar. Isso porque, enquanto o sol faz uma volta completa, percorrendo todos os signos do zodíaco em um ano, a lua faz a mesma volta em pouco mais de um mês, ficando aproximadamente dois dias e meio em cada signo.

Por esse motivo, Claudia Lisboa recomenda realizar um mapa astral para identificar qual o signo lunar.

Ascendente: estilo de ser

Segundo Claudia Lisboa, o ascendente representa uma forma de mostrar o que está dentro de uma pessoa e funciona como um canal de expressão. “Ele nos dá uma marca muito particular, um estilo, o que nos torna exclusivamente nós mesmos”, explica a astróloga.

De modo geral, o ascendente indica o temperamento, as iniciativas e a imagem que uma pessoa passa  para o mundo e como é vista pelos outros.

Ainda de acordo com Lisboa, o ascendente é representado pelo signo que estava cruzando a linha do horizonte ao leste no momento do nascimento, dessa forma, para identificá-lo é necessário saber a hora exata do nascimento.

Posições são traços básicos da personalidade

De maneira geral, o signo solar, lunar e o ascendente representam uma espécie de base responsável por expressar diferentes traços de uma pessoa. “Nós não somos só um signo, nós temos várias posições astrológicas. São os pilares sobre os quais a gente pode dizer que é alguma coisa e que constrói alguma coisa na vida”, explica Claudia Lisboa.

Publicidade

Artigos relacionados

Comentarios

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe o artigo

Artigos Mais Recentes