Sem Férias dos Amantes: Brasil é o pioneiro na América Latina em relacionamentos extraconjugais

Publicidade

Novos tempos, novos comportamentos. Se até a segunda metade do século XX, os homens eram “condecorados” por meio de seus episódios de traição e eram considerados como o Macho Alfa, agora as mulheres traem tanto quanto os homens e pode-se dizer que elas estão bebendo desta água também. E para isso acontecer não tem motivo certo. Segundo o site Vida e Estilo do Terra, há estudos de terapeutas de casais que mostram que há pelo menos 9 motivos reais para que os relacionamentos extraconjugais aconteçam de forma frequente. Motivos que vão desde variedade no cardápio, passando por curiosidade e terminando até autoafirmação e carência.

Caso você tenha a chance de conversar com os membros do site Ashley Madison, o maior site de relacionamentos entre casados funcionando no mundo, vai reparar que eles estão lá por diversas razões  que compõem esta cartilha dos nove motivos. E pode-se acrescentar mais um motivo, pelo qual a sociedade global está atravessando desde o começo de 2020: a pandemia e o isolamento social.

Não é fantasioso afirmar que a pandemia contribuiu significativamente para um acréscimo considerável do número total de membros no Brasil e no mundo. De acordo com um estudo recente feito pela própria plataforma são 70 milhões de pessoas em todo o mundo utilizando o site. Na América Latina, o Brasil puxa este crescimento para temperaturas mais altas, registrando 12,5 milhões de usuários. De março de 2020 para cá, foram registradas novas 1,7 milhões de contas.

Publicidade

Aliás, é com muito carinho que o site Ashley Madison olha para cá. Em comparação aos demais países do restante da América Latina, México, Chile, Argentina, Colômbia, Peru e Venezuela, o Brasil aparece  em primeiro lugar com 5,7 vezes mais, ou seja, quase seis vezes mais que o número de cadastros feitos com nossos vizinhos latinos.

Segundo Paul Keable, diretor de estratégia de Ashley Madison. foi possível aprender bastante com os brasileiros e sua criatividade até mesmo em encontrar e manter seus casos durante um período tão adverso como o qual estamos passando:

“O Brasil é um país que vimos um grande crescimento nos últimos anos, o que não imaginávamos era que mesmo com a pandemia o aplicativo crescesse tanto. Conversando com nossos usuários descobrimos diversos meios criativos que encontraram para ter relações com segurança na pandemia, tudo entre encontros online e sexo com máscara e face shield foi considerado na hora de manter os relacionamentos extraconjugais em tempos de Covid19″

Por se tratar de uma plataforma que é gratuita e que contém um plano de assinatura que auxilia a encontrar o par ideal com mais afinco, o Brasil foi o país de maior arrecadação da América Latina em 2020, com receita total 2,4 vezes maior do que o restante dos países latino-americanos mencionados anteriormente juntos.

A escala de membros da plataforma no país também é interessante. A cada um homem, há duas mulheres na plataforma. Isto representa um verdadeiro sinal dos tempos atuais, cujo o proibido de antes acabou se tornando um sinal de liberdade para os tempos atuais.

Publicidade

Artigos relacionados

Comentarios

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe o artigo

Publicidade

Artigos Mais Recentes