Os participantes pediram um voto consciente antes das eleições de outubro para realizar uma luta contra a homofobia.

Hoje em São Paulo foi comemorado o dia da Parada LGBTIQ, um dos mais importantes no mundo, e fez um apelo para o voto consciente à frente da eleição em outubro próximo para levar adiante a luta contra a homofobia.

Segundo o site internacional El Debate, São Paulo, que é considerada uma das cidade mais rica e mais populosa do Brasil, tingiu o  domingo com as cores do arco-íris para lutar por igualdade e sensibilizar o público sobre as propostas dos candidatos que defendem os direitos das pessoas lésbicas, gay, transgêneros, bissexual e intersexo.

O site informou que conforme as estatísticas, no Brasil uma pessoa LGBT morre ou comete suicídio a cada 19 horas, dados que foram publicados este ano pela ONG Grupo Gay da Bahia.

Os Assassinatos cresceu 30% no Brasil em 2017 sobre o ano anterior e o número de homicídios contra lésbicas, gays, transgêneros e bissexuais no país sul-americano passou de 343 em 2016-445 registrados no ano passado.

Na busca pelo respeito e defesa dos direitos da comunidade, o desfile deste ano reuniu quase três milhões de pessoas, segundo os organizadores, sob o tema “Eleições, poder para LGBT +, nosso voto, nossa voz”. .

O desfile foi considerado um dos mais massivos do mundo, o vigésimo segundo “parada gay” em São Paulo este ano enviou uma mensagem política, como alguns cartazes podia ler: “O nosso voto, nosso poder”.

A parada contou com grandes famosos populares da música brasileira que subiram ao palco como Anitta, Pabllo Vittar e Preta Gil.

Quer compartilhar fatos e dicas? Envie  para o e-mail: [email protected]

Comentários:

error: Content is protected !!
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: