Apesar da maneira direta de comunicação com o próximo ser a fala, a linguagem corporal tem uma parte importante no que diz respeito à interação. Alguns gestos auxiliam na compreensão de uma mensagem, e um que é bastante significativo: O olhar.

Os movimentos oculares são capazes de denunciar a direção do pensamento. Eles dependem de processos neurológicos, e somam um total de seis direções que os olhos fazem a fim de acessar partes diferentes do cérebro. Apesar de não ser a primeira a perceber os padrões de movimentos oculares, a PNL foi responsável por associá-los ao raciocínio e à linguagem. Quando o indivíduo visualiza, tende a desfocar o olhar; ao conversar consigo mesmo, tende a desviar o olhar para baixo ou para a esquerda; diante de sensações, tende-se a olhar para a esquerda ou para direita.

Segundo Madalena Feliciano, gestora de carreira e hipnóloga, a linguagem corporal é algo extremamente importante, principalmente durante a busca por emprego. No mercado de trabalho há mais de vinte anos, ela é especialista em recolocação no mercado. “Passar a imagem de profissionalismo e de confiança é muito mais do que apenas falar a coisa certa na hora certa. Lembre-se de que o corpo é capaz de dizer muitas coisas, e esteja sempre atento a cada gesto, pois uma atitude mal pensada pode trazer grandes consequências.”