A Disney Channel está apostando em nostalgia e trouxe de volta a personagem Raven Baxter (Raven-Symoné) com sua melhor amiga Chelsea Daniels (Anneliese van der Pol) no spin-off ,

“Raven’s Home”, que é o segundo é feito da série “That’s So Raven” (As Visões da Raven) , transmitido de 2003 a 2007. Então você pode ler nossa resenha cheia de premonições, edições atuais dos Millennials e um retorno que nós não vimos chegando.

” As Visões da Raven'” Lizzie McGuire’ e ‘Hanna Montana”, são as série de Disney Channel que eu vi durante a minha adolescência e que me fez rir inúmeras vezes, embora vi repetidamente. Eu nunca acreditei que a personagem de Raven iria ser revivida porque faz mas de  11 anos desde que a série terminou e sua protagonista se declarou abertamente homossexual. Algo que eu gostei é que a Disney não fechou as portas para Raven-Symoné por sua orientação sexual e que trouxe de volta duas personagens originais com um toque de frescor para as novas gerações.

Embora “Raven’s Home” seja uma série para crianças, podemos encontrar problemas atuais da nossa geração do milênio que se refletem nos personagens de Raven e Chelsea. Ambas são mães, têm problemas financeiros e casamentos fracassados, o que leva a colegas de quarto . A única questão que me resta é como Raven não teve a premonição de que o casamento dela iria falhar. Foi quando ela mais precisou de seu superpoder.

A série é sobre Chelsea e seu filho Levi (Jason Maybaum) vivendo na casa de Raven, que é a mãe dos gêmeos Booker (Isaac Ryan Brown) e Nia (Navia Robinson). Tudo vai perfeitamente até que Booker percebe que ele tem poderes psíquicos e pode ver o futuro, o que ele não sabe é que ele herdou de sua mãe. Para estas aventuras Tess (Sky Katz), vizinha e companheira da escola se junta. Levi, Nia e Tess sabem sobre o poder de Booker, que não planeja contar à mãe porque acha que pode ficar com medo. Por sua parte, Raven não planeja contar a seus filhos porque ela não sabe como eles podem reagir.

Honestamente, eu não acho que vou ver um capítulo desta série novamente porque achei que era muito infantil, o que é bom porque é o público-alvo. As únicas partes que me deixaram rindo foram as intervenções de Raven e Chelsea, que apesar de terem uma década, ainda são tão imaturas (agora eu entendo porque seus casamentos falharam). Na verdade, a maturidade é mais refletida em seus filhos, especialmente em Levi, que dos quatro filhos protagonistas, é o que tem mais charme para seus comentários, senso de humor e geeka . O personagem de Tess, a vizinha, passa completamente despercebida e não contribui com nada para o enredo. Suspeito que a Disney incluísse que ela tivesse dois filhos brancos e duas crianças de cor para equilibrar a igualdade.

Foi muito bom, por parte dos escritores, que Booker, o filho de Raven, tenha herdado os poderes de sua mãe, a fim de fazer com que os espectadores tenham interesse em ver as aventuras de crianças e mães, e consequentemente fazer uma reflexão sobre as relações entre pais e filhos, bem como amizade e fraternidade.

Acho interessante que a Disney tenha escolhido fazer uma série que reflita o contexto social atual das famílias de pais divorciados e que demonstre a dinâmica que eles podem ter com relação à educação de seus filhos. No primeiro capítulo, nunca vemos o pai dos filhos de Raven, mas o que notamos é que ele é quem passa por eles todos os dias para levá-los à escola. De acordo com Raven-Symoné, o pai dos filhos de seu personagem é Devon Carter (Jonathan ‘Lil J’ McDaniel), seu primeiro namorado do colegial. Ela confessou que estava por trás da equipe que decidiu que seu personagem e Devon fossem divorciados, para mostrar que nem todos os divórcios são ruins e que os pais podem continuar se dando muito bem como amigos, mesmo que as coisas não funcionassem em seu casamento.

Genteeee não se esqueçam de se inscrever em meu canal no YouTube e deixar o like por lá.Espero vocês.

 

Quer compartilhar fatos e dicas? Envie  para o e-mail: [email protected]

Comentários:

Comentar

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: