Estamos sempre cobrindo buracos emocionais. Problemas de relacionamento estão ligados à falta de autoconhecimento. Se não sei o que quero, automaticamente não estou inteiro numa relação, mas tentando me preencher no outro’, afirma.

Neste momento em que estamos de quarentena é extremamente comum que a solidão e carência batam com mais frequência à nossa porta. Além disso, o Dia dos Namorados (12 de junho) está chegando, uma data que lota as redes sociais com fotos de casais e declarações, causando ainda mais medos e paranoias nos solteiros “à procura”.

A especialista e ativista em desenvolvimento pessoal, Tati Sincera, faz um alerta: Cuidado para não entrar em relacionamentos “furadas” apenas por suprir uma sensação de vazio: “Problemas de relacionamento estão diretamente ligados à falta de autoconhecimento. Se eu não sei o que quero, o que valorizo, não tenho clareza dos meus sentimentos, ou tenho valores e princípios fracos e inconstantes, eu automaticamente não estou inteiro numa relação, mas tentando me preencher no outro”.

Em seu perfil no Instagram, onde já acumula mais de 100 mil seguidores, a digital influencer tem um quadro chamado “TerapeuTati me ajuda”, onde recebe e responde diversas perguntas do público e elas são, em sua maioria, sobre relações amorosas. A ativista afirma que os relacionamentos só viram problemas por falta de conhecimento próprio:

“A gente só não cai em ciladas quando não ficamos procurando o outro para tapar nossos buracos, nossas carências, nossas faltas e frustrações! Quando estamos dispostos a olhar o outro como ele é e não como esperamos! E isso tudo volta ao meu lema, autoconhecimento para poder dizer ‘quero você por essa ou por aquela razão’ e dar conta dos seus interesses sobre a relação sem colocar no outro a responsabilidade disso!”

Tati conta que este aumento de separação de casais e relações em crise neste período de quarentena está cada vez mais constante pela falta de coragem para encarar os fatos. “Estamos sempre cobrindo buracos emocionais, ‘fazendo para receber’, ‘comparando nossos relacionamentos com os dos outros’, inserindo condições e atitudes que provam se aquela pessoa gosta ou não da gente. Com isso nos cegamos para a realidade e para os fatos concretos que estão na nossa cara!”

Leia Também: 

A especialista cita também outro motivo para que um relacionamento entre em crise: a falta de diálogo. “A comunicação é a forma de expressão humana, ela precisa ser desenvolvida e aplicada o tempo todo. Falar a verdade e pedir o que você precisa, falar como se sente, o que espera, parando definitivamente de desejar que o outro adivinhe o que se passa dentro de ti.  Metade dos relacionamentos nunca teriam uma crise se apenas essa dica fosse implementada no momento em que as coisas acontecem e não depois de você fazer um dossiê contra a pessoa para justificar sua indignação”.

Confira as dicas da Tati Sincera para NÃO cair em ciladas:

– Tudo está mais intenso do que o normal: cuidado com a carência e as expectativas para não transformar sapos em príncipes e nem príncipes em sapos por pequenas coisas;

– Foto de perfil e palavras bonitas não provam nada: lembrem que até papagaio fala e que na arte da sedução a escola da vida ensina bons truques de mais crédito as atitudes;

– Relacionamento não é jogo de adivinhação: ficar de cara fechada ou fazendo drama não vai resolver o problema, só criar mais um;

– E a dica de ouro: defina o que quer e o que merece de um relacionamento para que não deixe os limites serem ultrapassados no decorrer da relação;

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.