Aquele cara parece ser o ideal: charmoso, bem-sucedido, rico, mas… Sim, existem algumas restrições que devem ser observadas com relação ao histórico e comportamento se você não quiser se apaixonar pela pessoa errada e ter uma grande desilusão. Anna Bey, instrutora do curso “Sete Passos para a Alta Sociedade”, daEscola da Elite – um treinamento para as “aspirantes” a um lugar nas altas esferas sociais, alerta para alguns perfis que podem comprometer a sua busca pelo relacionamento dos sonhos.

Segundo Anna, você precisa “passar longe de alguns homens que representam um verdadeiro perigo desde o início. Eles podem seduzir, mas você enfrentará diversos problemas”. Apesar de reconhecer que está generalizando, Anna destaca inicialmente os “herdeiros de famílias tradicionais”. “Não adianta insistir se você vem de outro nível social. Eles se casam com pessoas que já possuem o mesmo status. Famílias tradicionais são muito rigorosas com relação à parceira que o herdeiro apresenta. Se você for uma garota comum, não será aceita”. Como grande parte deste tipo de riqueza vem de imóveis e investimentos, isso não significa que o parceiro em potencial será um homem bem-sucedido e generoso. É melhor fugir deles!

Os conhecidos “playboys” que estampam as revistas de celebridades, e estão sempre trocando de companhia, representam outro grande erro e perda de tempo. ”O seu futuro marido não estará entre eles e, mesmo que se comprometam, a chance de uma traição é elevadíssima. Definitivamente, eles não valem o tempo que roubarão de você”, diz Anna. Outro tema controverso diz respeito à religião. Apesar de apoiar uniões inter-religiosas, Anna ressalta que é importante escolher um parceiro que compartilhe valores morais semelhantes, evitando os mais tradicionalistas e com a mente mais fechada.

Outro tipo a evitar são os narcisistas, aqueles que estão constantemente em busca de poder e apresentam uma desconexão emocional. Com eles, tudo é unilateral e exclusivamente sobre eles. As mulheres correm o risco de serem emocionalmente prejudicadas com a convivência com narcisistas, não haverá troca, a via é de mão única – a deles. Por último, Anna aconselha manter distância de homens que são “workaholics”. Viciados em trabalho de forma obsessiva, eles não terão tempo para você. “Não importa o quanto ele goste de você, o trabalho estará sempre em primeiro lugar. Por mais que sejam bem-sucedidos, apresentarão traços de caráter desequilibrado, distrações e muito estresse. Nada disso contribuirá para um relacionamento saudável em longo prazo”, finaliza a especialista.


Valéria Bronze

Graduada em Publicidade e Propaganda, digital influencer é uma amante da televisão e da internet. Escolheu sua formação de acordo com sua paixão, adora escrever, principalmente críticas sobre novelas e séries

Comentar

    Leave a Comment

    error: Content is protected !!