Início Destaque Outubro Rosa: site de relacionamento majoritariamente feminino lança campanha de conscientização às...

Outubro Rosa: site de relacionamento majoritariamente feminino lança campanha de conscientização às usuárias

0

Com 2.033.299 usuárias classificadas como “sugar baby” e 52.540 como “sugar mommy” – um público majoritariamente feminino -, a plataforma de relacionamento sugar, MeuPatrocínio, aderiu à campanha Outubro Rosa, assumindo a sua responsabilidade social e o dever de conscientizar babies e mommies. Com o tema “Previna-se e continue levando uma vida doce”, o site está disparando um pop-up com a imagem abaixo para todas as suas usuárias, além de estar divulgando em seus blogs a importância da prevenção, do autoexame e de consultas médicas periódicas.

 

Na campanha da plataforma, a recomendação é que todas as mulheres realizem o exame clínico das mamas, no mínimo uma vez por ano, complementado pela mamografia, conforme a idade. Com o exame, consegue-se detectar nódulos muito pequenos, que não são sentidos ou observados durante a apalpação. Quando o tumor é detectado precocemente, a chance de cura é de 95%. Nos blogs do MeuPatrocínio, as leitoras são orientadas a respeito dos sinais e sintomas, além de um passo a passo para realizar o autoexame.

Mas, como surgiu o “Outubro Rosa”? O movimento, hoje internacional, foi criado nos Estados Unidos na década de 90. Vários estados americanos adotaram ações isoladas referentes à prevenção do câncer de mama no mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, outubro tornou-se o “mês nacional”. Em 1997, entidades da cidade de Yuba e Lodi, começaram efetivamente a fomentar ações voltadas à conscientização, denominadas “Outubro Rosa”. Para sensibilizar a população, inicialmente, as cidades se enfeitavam com laços rosa, especialmente em locais públicos. O símbolo, mundialmente conhecido, o laço cor de rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, durante a primeira Corrida pela Cura, realizada em 1990, na cidade de Nova York.

Na época, os corredores receberam o laço para usar durante a corrida e, depois disso, eles passaram a ser distribuídos em locais públicos, desfiles de moda e em outros eventos. No Brasil, a campanha chegou em 2002, ano em que o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, foi iluminado com a cor rosa. A partir de 2008, o movimento ganhou força e foi abraçado por todo o país, cobrindo de luzes cor de rosa os principais monumentos durante a noite.  Assim, o “Outubro Rosa” se expandiu e se tornou popular, unindo o mundo em prol de uma causa.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui