Mesmo com um comportamento considerado mais racional e objetivo, eles também têm expectativas com relação à parceira. Será que nós, mulheres, como parte interessada, já paramos para pensar se correspondemos aos desejos deles? É claro que os relacionamentos envolvem pessoas diferentes e são igualmente diversos em suas dinâmicas, mas existe um “padrão” na hora de encontrar alguém com que dividir a vida. Será que o deles se assemelha ao nosso?

Com expectativas bem mais simples e práticas do que as femininas, alguns comportamentos que eles esperam das mulheres não costumam ter muitas variações e, segundo especialistas, são mencionados pela maioria. Encabeçando a lista, o companheirismo. Tal como nós, eles buscam alguém que esteja sempre presente, não só nos momentos de diversão. Eles também querem apoio, nos bons e maus momentos, sem que precisem pedir. O comprometimento com a relação passa pela sensibilidade de perceber quando estão precisando de nós, considerando que não costumam demonstrar quando estão precisando de um ombro amigo. Além disso, eles gostam de ser admirados pela companheira, seja pelo sucesso profissional, seja pelo caráter protetor que assumem na relação. Admiração é um sentimento que norteia qualquer relacionamento. Sem ele, fica difícil levar uma relação adiante.

Você quer algo duradouro? Então, mantenha o bom humor! Encarar a vida de forma positiva e lidar com as situações com leveza é muito melhor do que viver reclamando. Ninguém aguenta conviver com uma pessoa negativa por muito tempo e isso vale para o casal. Também é essencial manter a feminilidade, cuidar da aparência e preservar as delicadezas no cotidiano. Não é uma questão de abandonar as suas ideias feministas e assumir um papel submisso, mas de simplesmente valorizar e cultivar o relacionamento. E, por último, mas não menos importante, o sexo. Ele sozinho não irá sustentar nenhuma relação, mas é fundamental. O prazer alimenta o relacionamento e os benefícios proporcionados por uma boa vida sexual manifestam-se por uma sensação de bem-estar e apego emocional.

Jennifer Lobo, coaching, CEO e fundadora da plataforma de MeuPatrocínio, ressalta que “os relacionamentos devem ser pautados pela transparência e alinhamento de expectativas. É o modelo proposto pela relação sugar, livre de stress. Tudo fica às claras desde o início, não se perde tempo com interesses ocultos ou segundas intenções. Os daddies sentem uma satisfação pessoal de servir como um mentor para a sua baby. Influenciar na escolha e no desenvolvimento uma carreira, indicar os caminhos a seguir são sensações muito positivas que elevam o prazer de fazer a diferença para alguém. E quem não gosta de se sentir importante? É outra característica muito apreciada por eles, saber que são valorizados pelo papel que podem desempenhar na vida das suas parceiras”.


Pabllo Lopes

Gosta de escrever sobre cinema, séries, música e clássicos da Disney. Sonha em ser uma Fada.Vive no mundo da imaginação. Vamos ser feliz.
error: Content is protected !!