Além do divórcio, maior site de relacionamentos extraconjugais notou um aumento em seus usuários

Segundo um levantamento recente feito pelo Colégio Notarial do Brasil (CNB), o número de divórcios consensuais cresceu 18,7% no Brasil no terceiro mês de isolamento social. Em números absolutos, os términos legais passaram de 4.471, em maio, para 5.306 em julho – devido à fatores como autorização dos processos online e desentendimentos entre casais por uma quarentena incerta. A mudança brusca para uma rotina dentro de casa com seus parceiros(as), todos os dias, também ocasionou em um outro comportamento crescente dentro das relações: a traição.

Apesar de estarem em casa com o cônjuge e a família, situação na qual os períodos de tempo sozinhos são raros, 95% dos membros da Ashley Madison, principal site de encontros extraconjugais do mundo, ainda estão interessados em criar e manter uma conexão externa, de acordo com a última pesquisa* com membros. Não é surpreendente que 39% destes membros relatem uma overdose de tempo em frente a telas durante a quarentena – resultado que reflete períodos de busca e comunicação com um affair. Para 23%, ter um caso virtual é uma grande distração para tudo que está acontecendo. Para 34%, é algo para se esperar.

Qual é a melhor vantagem de um affair durante a quarentena? 

  • Eu tenho algo para esperar – 34%
  • É uma grande distração – 23%
  • Tenho alguém com quem conversar – 14%
  • Isso me ajuda a manter um senso de normalidade – 13%
  • Eu tenho uma maneira de manter minha libido – 10%

“Nos últimos meses parece que nossos usuários estão voltando seu foco para a vida pós quarentena e são energizados pelo potencial de novas conexões”, afirma Paul Keable, diretor de estratégia da Ashley Madison. “Para mais da metade desses membros, isso significa buscar ativamente por um novo affair online ou cerca de sua casa, ou seja, também manter casos que tinham antes da quarentena”.

De acordo com uma mulher de 40 anos, membra do site, “Conectar com pessoas no Ashley Madison é fazer a situação do isolamento social mais suportável. Saber que existe algo e alguém aguardando por você quando a vida voltar ao normal é algo que afeta positivamente meu presente”.

Além de ligar e mandar mensagens de textos para seus affairs, membros estão utilizando o tempo em casa para cuidarem de si mesmos e desenvolverem hábitos melhores. Três do top 5 hábitos saudáveis que surgiram entre os membros do site estão relacionados com aparência física e bem-estar. Para mais de um terço (31%) isso significa uma preocupação maior com higiene, para 30% significa se exercitar mais e para 26% se alimentar de maneira saudável.

Quais dos hábitos saudáveis se aplicam a você em isolamento? 

  • Estou aprimorando a higiene pessoal – 31%
  • Estou marcando itens em atraso na minha lista de tarefas – 31%
  • Estou me exercitando mais – 30%
  • Estou controlando as finanças de forma mais efetiva – 26%
  • Estou comendo mais saudável – 26%

Quando 89% dos usuários e seus cônjuges não praticam mais sexo, quem colherá os benefícios de uma melhor forma física além de si mesmos? Aparentemente, são essas as pessoas que passam todo o tempo extra na tela a portas fechadas.

“Eles querem conhecer agora pessoas que poderão conhecer pessoalmente quando tudo isso acabar”, concluiu Keable. “E eles querem garantir que estão dando o melhor de si quando o fizerem

*Pesquisa realizada com 2,085 membros do Ashley Madison entre 22 e 24 de abril de  2020

*****

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui