Na Polônia milhares de pessoas marcham a favor dos direitos LGBT

A comunidade LGBT na Polônia foi atacada nos últimos meses pelo partido governista de direita. No sábado houve marchas também na Lituânia e na Bulgária.

Dezenas de milhares de pessoas marcharam no sábado (08.06.2019) para Varsóvia com bandeiras de arco-íris, exigindo direitos iguais. Por seu turno, o governo nacional vê o movimento LGBT como uma ameaça.

Por sua parte, o prefeito de Varsóvia Rafal Trzaskowski disse a uma multidão de manifestantes que apoiam marchas do orgulho era comum em muitas cidades europeias e queria que a capital polaca continua “aberta” e “tolerante”.

“Nem todo mundo tem que ir para a Parada da Igualdade, mas todos devem respeitar os direitos das minorias”, disse ele.

Trzaskowski agradeceu aos diplomatas de vários países, incluindo os Estados Unidos e o Canadá, que participaram da marcha.

As autoridades municipais disseram que cerca de 47.000 pessoas compareceram ao evento.

A comunidade LGBT sob ataque

O governo de direita da Polônia rejeitou pedidos de reconhecimento de direitos iguais para casais do mesmo sexo e os descreve como uma ameaça aos valores familiares tradicionais.

O líder do partido governista da Lei e da Justiça, Jaroslaw Kaczynski, descreveu a comunidade LGBT como uma importação estrangeira. Várias prefeituras conservadoras se autodenominaram “livres de LGBT”.

Na vizinha Lituânia, cerca de 10.000 pessoas participaram de uma marcha de orgulho na capital, Vilnius. Vários milhares de pessoas assistiram a um desfile similar na capital búlgara, Sofia.

Quer compartilhar algo comigo? Envie para o e-mail: [email protected]


Ronnie Martyns

Escrevo sobre a vida, curiosidades, entre outros assuntos.Amante de história, livros e séries.Fã da web.Também sou apaixonado por tecnologia e compartilho em palavras tudo que me fascina.
error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: