Sabemos que as estações do ano têm algumas características bem peculiares. Estamos, por exemplo, na primavera, quando a natureza e as pessoas ficam mais coloridas. E o seu relacionamento, também está na primavera ou o clima está diferente?

Fonte: Blog das Amarildas

Em qual estação do ano está seu relacionamento? A orientadora emocional para mulheres, com foco em relacionamentos, Camilla Couto mostra como é possível fazer um paralelo entre as relações e as estações do ano: “na primavera, todo mundo parece ficar mais amigável e tudo fica mais colorido, muitas vezes, inclusive a nossa personalidade e nossas relações interpessoais. Isso não quer dizer que nossos relacionamentos acompanhem necessariamente as estações do ano, mas, sim, que é possível fazer um paralelo com as etapas cíclicas que vivemos nas relações e o clima que faz lá fora”, explica Camilla. Ela mostra como fazer essa análise por estação:

Inverno

O inverno é a estação do recolhimento, de parar para pensar, de olhar para dentro. Quando uma relação está em período invernal, os envolvidos estão mais voltados para si, um para o outro, ou para a própria relação, sem muita interferência externa. Talvez estejam até passando por uma crise, e por isso é preciso dialogar, observar a si mesmos, enxergar o parceiro, entender o que precisa de mudança. No inverno, consumimos os frutos acumulados nas outras estações, para que, exatamente, possamos nos recolher e resolver o que precisa ser resolvido.

Primavera

Passado o inverno, houve diálogos, tudo foi organizado e a relação segue? Pois agora é tempo de florir. Seja lá o que tenha levado a relação ao inverno, a primavera indica que as coisas foram resolvidas e esclarecidas e, portanto, é tempo de começar a olhar para fora, de abrir as janelas da alma e de compartilhar o aprendizado que foi absorvido no inverno. Quando a relação se encontra na primavera, nos damos conta de que aquele tempo de recolhimento foi necessário para que o romance pudesse ser retomado. Normalmente, na primavera, estamos novamente em paz, pois percebemos que o que passou não foi em vão e nos fez amadurecer (tanto como indivíduos quanto como casal).

Verão

Verão é euforia, festa, calor, amigos, diversão. Nessa época, tudo fica mais ameno e, inclusive, mais superficial. Para o casal, pode ser um tempo de estarem mais voltados para fora, para ficar mais com a família e com os amigos. De modo geral, é quando a relação está mais solta, leve e tranquila – o que pode ser ótimo, e que também funciona como termômetro para as próximas estações. É no verão da relação que descobrimos se estamos maduros o suficiente para passar por situações externas e diferentes. Pode ser que os envolvidos percebam que não estão tão prontos assim para sair do casulo.

Outono

O verão passou, a festa acabou – se tudo correu tranquilo durante a estação da abertura, agora é tempo de assentar o clima e contemplar. Uma relação em outono quer algo a mais, quer transformação, quer melhorar o que precisa, quer fazer planos que serão amadurecidos e colhidos nas estações seguintes. Para aquelas que enfrentaram dificuldades no verão, é hora de fazer cortes, podar, rever, e talvez redimensionar os sentimentos. Esta é a estação do balanço – que, se positivo, levará o casal ao próximo inverno.

Segundo Camilla, os relacionamentos funcionam praticamente como os seres humanos: “uma hora estamos mais dispostos a compartilhar, a conviver e a somar; outra, tudo que queremos é nos recolher e pensar”. “Todos passamos, o tempo todo, por mudanças”, explica ela, que segue: “é importante que, a cada estação interna, nos deixemos levar pelo clima e pelos sentimentos típicos. A dois, é preciso observar e respeitar o momento que o outro está vivendo. Nem sempre os casais passam pelas mesmas estações internas ao mesmo tempo. No entanto, é importante observar se ambos têm as mesmas aspirações e se conseguem estar em sintonia com a estação da relação como um todo. E isso diz muito sobre a maturidade do relacionamento”.

Para que tudo corra bem, Camilla dá a dica: “permita-se observar o que está se passando com você e com seu parceiro. Veja em que etapa a relação está e o que é preciso deixar ir ou resolver para seguirem ainda mais unidos. Não espere a crise parar tudo. Assim como o autoconhecimento, a observação da relação é fundamental para entender o quanto precisamos colocar de nós para que tudo possa funcionar e florir”.

Quer compartilhar fatos e dicas? Envie  para o e-mail: [email protected]

Comentários:

error: Content is protected !!
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: