Na semana do “Dia do Trabalho”, plataforma de relacionamento revela a profissão e renda mensal dos ricaços

Homens bem-sucedidos, poderosos, com uma situação financeira confortável e estável, procuram uma parceira para um compromisso sério, sem a necessidade de joguinhos de conquista, ou apenas uma companhia para o compartilhamento de experiências ou amizade. Eles são os sugar daddies, com idade média de 42 anos, dispostos a ser os “provedores da relação”, oferecendo apoio financeiro, mentoria profissional e, é claro, suporte emocional às suas sugar babies – jovens atraentes, inteligentes ambiciosas e determinadas a conquistar um estilo de vida até então inacessível.

No site de relacionamento sugar, MeuPatrocínio, pioneiro no Brasil, os daddies somam mais de 300 mil usuários, a maioria composta por empresários, diretores de empresas, administradores, advogados, engenheiros, médicos e consultores. Em São Paulo, estado que concentra 29% dos usuários, a renda média mensal é de R$ 133 mil, seguido pelo Rio de Janeiro (13% dos cadastros) com revelados R$ 127 mil de renda, Minas Gerais (10%) e R$ 106 mil, Paraná (7%) e R$ 119 mil e Rio Grande do Sul (6%) e média de R$ 94.500. Nas outras regiões, os destaques ficam por conta do Rio Grande do Norte com média mensal de R$ 144 mil, seguido pelo Maranhão, com R$ 140 mil e por Mato Grosso do Sul, com renda de R$ 130 mil declarados.

Rogério M.R., empresário de 49 anos, resume bem a preferência pelo relacionamento sugar: “sou 95% dedicado exclusivamente aos meus negócios, é a prioridade na minha vida, fazer a minha empresa crescer. Atualmente, viajo muito e tenho pouco tempo disponível para um relacionamento exigiria de mim uma atenção e cuidados que não sou capaz de fornecer. Sou bem objetivo nas minhas ações e, por isso, a relação sugar serviu perfeitamente para aplacar os meus (poucos e raros) momentos de solidão. Desde o início, antes mesmo de conhecer a baby, exponho o meu ritmo de vida e sou bem sincero para que ela não tenha expectativas falsas de que vou mudar. Pode parecer egoísta, mas prefiro assim. Ela sabe exatamente quando terei oportunidade para encontra-la para viajarmos, sairmos para jantar e outros programas. Dou suporte financeiro e emocional, mas quero uma disponibilidade que nem todas, fora da relação sugar, compreenderiam”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.