Cinderela:a história aterrorizante que a Disney escondeu

A Cinderela é uma das histórias mais populares, mas seu verdadeiro final se mantém escondido

A Disney, em sua tentativa de extrair o positivo das histórias infantis clássicas, omitiu os verdadeiros detalhes ou resultados dessas histórias. Como é o caso da Cinderela .

A verdadeira história da Cinderela

A verdadeira história da Cinderela teria se originado no Egito , outros encontram paralelos em um conto persa das Mil e Uma Noites, em que ao invés de um sapato, o que a jovem está usando é uma pulseira de ouro. Mas gosto mais da versão chinesa, onde encontramos mais semelhanças e, não esqueçamos que os pés pequenos sempre foram uma característica da beleza das mulheres orientais . Vamos começar com o sapato. Os irmãos Grimm falam de um sapato de ouro, enquanto Perrault foi o primeiro a nomear o famoso sapato de cristal. Na história chinesa, o sapato é feito de pele de vison ou seda bordada.

A história escrita durante a dinastia chinesa Tang (século VIII eX) conta a história de uma bela jovem chamada Yeh Shen , bonita por ter pés pequenos, pois é durante esta dinastia quando a tradição começa “pés de lótus” , a beleza de uma mulher era medida pelo tamanho do pé, e um belo pé não conseguia medir mais do que dez centímetros; por isso, os pés das mulheres estavam enfaixados, quebravam os dedos, para encaixar no belo sapato.

Madrastas e filhas

Dizem que as madrastas tinham três filhas, o que tornava a vida impossível para ‘Cinderela’ . No dia do baile na aldeia onde jovens solteiros escolheria sua parceira, a madrasta, ciente de que Shen Yeh éra muito mais bonita do que suas filhas, aprisionou então para não ir a festa

Mas a Cinderela chinesa tinha um peixe mágico, bem, os restos do peixe, porque a madrasta sabia que o único amigo da menina era um peixe colorido que ela conversava. A menina guardou os espinhos, que também eram mágicos e com eles, ela convocou os espíritos para ajudá-la. Eles a transportaram para o baile completamente transformada.

A magia durou pouco e ela acabou perdendo um sapato. Todos ali admiraram a beleza do sapato, que mediria não mais de 10 cm, e claro, a notícia chegou aos ouvidos do imperador que queria se casar com a dona do sapato e começou uma busca para encontrar a mulher cujo estava com outro pé do sapato. Mais tarde, o príncipe chegou à casa de Yeh Shen. A madrasta cortou os dedos de uma de suas filhas e colocou ataduras no pé e forçou para que ele se encaixasse no sapato, a mentira durou pouco, já que no caminho para o palácio o pé começou a sangrar.

Eles devolveram a menina, e desta vez a madrasta cortou o calcanhar de sua segunda filha. O resultado é o mesmo. Shen Yeh que estava com outro par do sapato calçou e encaixou como uma luva, então casou se com o imperador, e a madrasta e suas filhas foram condenados à morte, a Cinderela pediu para jogar elas em um poço para morrerem apedrejada.

Embora existam também versões que afirmam que a madrasta e as irmãs de meia idade foram atacadas por um bando de pombos, deixando-as cegas.

Existem muitas versões…

Quer compartilhar algo comigo? Envie para o e-mail: [email protected]


Ronnie Martyns

Escrevo sobre a vida, curiosidades, entre outros assuntos.Amante de história, livros e séries.Fã da web.Também sou apaixonado por tecnologia e compartilho em palavras tudo que me fascina.
error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: