Quinta-feira foi transmitido em redes sociais um vídeo em que o boxeador mexicano Dario Larralde, que irá representar o México nos Jogos Olímpicos em 2020, diz que odeia homossexuais e qualifica-se como uma “praga”.

No vídeo, o atleta aparece falando com uma câmera e afirma que “apesar de Hitler ser uma pessoa ruim”, ele o apóia porque “os gays são uma praga”.

Ao longo de mais de dois minutos, o atleta expressa sua rejeição aos gays e explica que é porque “se sente assediado por eles”.

“Foda-me, porra gays, eu tenho uma porra de fobia. Todo lugar que eu vou lá é uma prostituta gay que está me observando … tudo que a sua comunidade faz, tudo que você faz, tudo que você representa, e uma merda, eu nunca vou aceitar “, ele diz no vídeo.

Ele acrescenta: “Eu sei que Hitler era uma pessoa muito ruim, mas eu o apóio nisso, porra os gays são uma praga, eles são algo que me deixa doente, algo que me deixa doente, eu nunca vou entender”.

Depois de serem expostos, várias personalidades do país mostraram sua indignação e descreveram as declarações de infelizes, como foi o caso do ator Luis Gerando Mendez, que afirmou ser inaceitável que alguém como o atleta represente o México nos Jogos Olímpicos.

Enquanto isso, Dario Larralde disse que as alegações e acusações de homofobia com uma mensagem aparentemente pede desculpas, mas que enfatiza a sua homofobia e diz que não pode mudar.

“Eu não desejo que ninguém machuque, eu não sabia que o que eu disse foi viral. Eu sou homofóbico e não há muito que eu possa fazer sobre isso, é assim que eu sou. Eu nasci assim. O que eu disse estava errado e devo desculpas a todos. Me desculpe se eu machuquei alguém “, disse o atleta.

Quer compartilhar fatos e dicas? Envie para o e-mail: [email protected]

Comentários:

Facebook
error: Content is protected !!
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: