Advogado fala sobre os perigos dos relacionamentos à distância

Publicidade

Relacionamentos à distância tem se tornado algo cada vez mais comum. Porém, quando interesses obscuros se implantam nesse cenário, a situação começa a ficar um pouco diferente.

Recentemente, o atleta italiano Roberto Cazzaniga descobriu que passou 15 anos acreditando que namorava à distância a modelo brasileira Alessandra Ambrosio. A pessoa se apresentava com o nome de “Maya” e, segundo o que foi divulgado na mídia, a estelionatária teria recebido mais de 700 mil euros do jogador de vôlei para custear tratamentos médicos.

Daniel Toledo, advogado que atua na área do Direito Internacional, fundador da Toledo e Associados e sócio do LeeToledo PLLC, escritório de advocacia internacional com unidades no Brasil e nos Estados Unidos, revela como essa mesma situação pode se aplicar a pessoas que querem morar nos Estados Unidos e veem um relacionamento como a solução mais acessível. “Quando você está em um país em que a moeda é mais valorizada, algumas pessoas começam a se aproveitar de uma forma muito discreta, utilizando de meios que muitas vezes quem está envolvido não nota, porque se envolveu emocionalmente”, relata.

Publicidade

O advogado pontua que em muitos casos, assim como o atleta italiano, a pessoa acaba criando uma esperança de um relacionamento de verdade, aceitando praticamente tudo o que lhe for proposto. “O americano ou até mesmo o brasileiro que mora nos Estados Unidos, que se apega a essa fantasia, é capaz de ajudar financeiramente, seja com aluguel, contas ou passagens aéreas, levando a pessoa para passar alguns dias no seu país”, declara.

Toledo opina que em muitos casos o relacionamento à distância até é verdadeiro, mas ao chegar no país as diferenças começam a falar mais alto. “Quando as pessoas finalmente se encontram, elas acabam saindo de um estado de liberdade em que cada uma está na sua casa, com suas manias e expectativas. E, geralmente, nesses casos, a pessoa saiu do avião e já partiu diretamente para uma vida em casal. Quando começam os problemas, conseguimos ver nitidamente uma série de desdobramentos ruins, chegando inclusive à questão de violência física e chantagem porque, se a pessoa voltar pro Brasil, muitas vezes não consegue mais retornar aos Estados Unidos”, relata.

O advogado revela que esse tipo de situação pode acarretar diversas situações constrangedoras. “Um casamento com alguém que está fora do seu país pode gerar algum tipo de benefício, seja um Green Card ou Visto. Na hora do divórcio, isso vira um caos, e eu já vi muita história acabar mal. A raiva pode acarretar violência emocional, física ou algo nesse sentido, então tome muito cuidado com esse tipo de relacionamento”, finaliza Toledo.

*Daniel Toledo é advogado da Toledo e Advogados Associados especializado em Direito Internacional, consultor de negócios internacionais, palestrante e sócio da LeeToledo PLLC. Para mais informações, acesse: http://www.toledoeassociados.com.br. Toledo também possui um canal no YouTube com quase 150 mil seguidores https://www.youtube.com/danieltoledoeassociados com dicas para quem deseja morar, trabalhar ou empreender internacionalmente. Ele também é membro efetivo da Comissão de Relações Internacionais da OAB São Paulo e Membro da Comissão de Direito Internacional da OAB Santos.

Publicidade

Artigos relacionados

Comentarios

  1. Costumo dizer que Nunca deixar que o Emocional venha a anular a Razão! Comecei numa ocasião, uma amizade virtual com um cara, que percebendo eu mais emotivo e até paquerando ele, ao escrever, fez o jogo do “sofredor”, Incompreendido pelo primo e, que morava com a tia e, querendo fazer outra faculdade (alegou que era enfermeiro e queria se preparar com cursinho, para medicina. O detalhe que nesse caso, bastaria ele pedir retorno e, áreas correlatadas, ele conseguiria, tranquilo, começar em periodo mais avançado, onde começam as desistências da turma)! Entrei na onda dele, “acreditando” que pagava cursinho. Nesse interim chegou a contar estórias para me sensibilizar a pagar um celular novo e até como uma mesada para se alimentar melhor. Só que fui pelas redes sociais, sondando algum “detalhe”, até que numa foto ele estava com uma pessoa, enamorados, recebendo as chaves de apartamento novo. Talvez ele pensou que havia encontrado um provedor a distancia!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe o artigo

Artigos Mais Recentes