A sua vida está sendo guiada por padrões repetitivos?

Publicidade

Você tem sempre os mesmos tipos de relacionamentos, problemas financeiros que se repetem todos os meses da mesma forma e relações de trabalho idênticas, independente da empresa em que preste serviços? Apesar de achar que isso é uma coincidência e de tentar, inúmeras vezes, culpar fatores externos, esse “looping” está relacionado às suas crenças e “programinhas” internos que determinam o modo como é regida a sua vida.

Para algumas pessoas, embora haja o desejo de mudar a sua situação atual nos relacionamentos, vida financeira e ambiente profissional, as ocasiões vividas são repetitivas. Desse modo, muitas vezes surgem frustrações, pois a pessoa, por mais que tenha a intenção e algumas vezes a atitude a fazer diferente, o “looping” é sempre o mesmo.

De acordo com Juliana Villordo, terapeuta especialista em terapias holísticas, “esse ‘looping’ presente na vida de muitas pessoas está associado à crenças e a padrões familiares”. Por exemplo, se uma pessoa desconfia muito de tudo e todos, ela vai emitir frequências de desconfiança que muito provavelmente serão validadas por meio de traições, pois tudo aquilo que sai do nosso campo vibracional em forma de ondas de informação, retorna para nós.

Publicidade

Por isso, é importante a busca do autoconhecimento, pois sem saber quais são os padrões que regem a nossa vida será muito difícil conseguir uma mudança. Villordo afirma que por meio da técnica terapêutica Thetahealing é possível identificar essas crenças pela origem e tratá-las de forma a ressignificá-las.

“Independente se esse padrão surgiu na infância ou em algum outro período da vida, a partir do momento que o identificamos, podemos saber o porquê de mantê-lo em existência, o porquê da dificuldade de mudar e também se existe algum ganho secundário em mantê-lo. A partir daí, podemos ressignificar, ter um novo olhar e ter novas experiências de vida”, afirma a profissional.

Publicidade

Artigos relacionados

Comentarios

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe o artigo

Artigos Mais Recentes