50% dos jovens brasileiros sentem pressão para manter relacionamento, mostra pesquisa

Publicidade

Muito se fala sobre o amor próprio e a relação dos adolescentes com a autoestima. No Brasil, no mês de fevereiro, normalmente comemoramos o Carnaval, data lembrada pelos jovens como época de diversão e que nos últimos anos também foi usada como contexto para falar de body positive, aceitação e assédio. Em pesquisa feita pela plataforma social Yubo com mais de 5.200 jovens da geração Z, 50% dos brasileiros afirmaram sentir pressão social para manter um relacionamento.

A pesquisa apresentou dados de como a Geração Z tem medo de ficar sozinha:  21% afirmam que essa pressão vem das redes sociais, 22% da família e 40% de uma pressão interna.

Ao mesmo tempo, essa geração entende que se dedicar a si mesmo primeiro e desenvolver o amor próprio é uma prioridade. Mais de 52% dos entrevistados consideraram o relacionamento com eles mesmos o mais importante à frente da família (27%), amigos (11%), crush (4%).

Publicidade

Questionados se eles gostam de quem são hoje, 40.9% disse que “está no caminho” e 31% respondeu que sim, indicando que o autocuidado é uma medida importante de suas rotinas e dias.

“Love Yourself” 

Com base nas respostas da pesquisa, Yubo lançou a campanha “Love Yourself” que encoraja os jovens a serem quem são e a se orgulhar deles mesmos. No Brasil, 86% dos jovens responderam se importar mais com a opinião dos outros do que com a de si mesmos.

A influencer Mariana Santos (@eimaryy_s) foi escolhida para conversar com usuários do Yubo sobre suas experiências e jornada no caminho do amor próprio. A jovem Ana Hilário, de 18 anos, contou que costumava ser “desesperada por aceitação das pessoas. Eu dependia do elogio de alguém pra me sentir bem” e com o tempo foi entendendo que o que importa é a própria opinião.

“Eu vi muitas pessoas se aceitando, muitas pessoas se amando do jeito que elas eram, então porque eu não poderia também?”, diz.

Publicidade

Artigos relacionados

Comentarios

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe o artigo

Artigos Mais Recentes