4 sinais de que seu relacionamento não está funcionando bem

Publicidade

O casal é uma entidade complexa em que se desenvolvem vários comportamentos e dinâmicas, uns favorecem o fortalecimento da relação e outros não tão positivos, fazem com que a relação se enfraqueça.

Nenhuma relação é livre para gerar comportamentos nos dois sentidos, ou seja, dinâmicas positivas como escuta ativa, empatia pelo outro, cumplicidade, apoio mútuo, entre outras, e dinâmicas negativas como afastamento, crítica, bloqueio de comunicação etc.

Embora o ideal seja a eliminação de todos e cada um dos comportamentos negativos, podemos dizer que uma relação com boa saúde é aquela que mantém um alto índice de dinâmicas positivas e um baixo índice de negativos.

Publicidade

Apesar disso, há uma série de dinâmicas que predizem o sucesso ou o fracasso de um relacionamento, independentemente de haver comportamentos positivos nele.

AS CRÍTICAS

Ninguém é perfeito e, portanto, ninguém está livre para ser criticado por determinado comportamento ou ação. Já crítica não é o mesmo que reclamação, a diferença é que na crítica construtiva nos referimos ao comportamento e não à pessoa, enquanto na reclamação há um ataque pessoal.

Por exemplo, não é a mesma coisa dizer ao casal “quando você está atrasado e não me diz que me sinto mal porque me preocupo” do que dizer “você é egoísta quem cuida dos seus negócios sem pensar nos outros”. No primeiro caso, refiro-me a um comportamento do meu parceiro com o qual não concordo e comunico-lhe enquanto no segundo caso atacou o meu parceiro como pessoa, isso vai gerar no outro a sensação de ser atacado e rejeitado, o que levará ao estabelecimento de uma dinâmica de crítica entre os dois.

O DESPREZO

É um dos comportamentos mais destrutivos em um relacionamento. Zombaria, sarcasmo, humilhação, ridículo e subestimação do outro são exemplos de desprezo. Ao exibirmos esses comportamentos, geramos no outro um sentimento de frustração, ofensa e falta de respeito que facilitam o estabelecimento desses comportamentos hostis repetidamente.

A ATITUDE DEFENSIVA

Essa atitude implica não aceitar a posição do outro e responder com um contra-ataque. Por exemplo, um membro do casal diz ao outro: “Por que você nunca lava a louça? “E o outro responde“ Eu não faço porque você nunca me ajuda ”, isso significa transferir a responsabilidade que temos no conflito para o outro, passamos a mensagem de que o problema não é nosso, mas só seu.

A pessoa que está na defensiva não reconhece sua cota de responsabilidade pelo problema e, portanto, não vai assumir que tem capacidade para resolvê-lo, simplesmente tenta culpar o outro e se vitimar. Essa atitude gera na outra pessoa sentimentos de frustração, raiva e rejeição.

A ATITUDE EVASIVA

Essa atitude implica desconexão. Durante um conflito a atitude evasiva se manifesta com evasão, indiferença, falta de escuta, fazendo outra tarefa enquanto o outro está falando. Isso significa construir um muro de comunicação e, portanto, uma lacuna entre os membros do casal, onde a comunicação acabará e, portanto, a possibilidade de resolução de problemas.

Se algum desses 4 comportamentos estiver presente em seu relacionamento, tente identificá-lo no momento e substituí-lo por um mais construtivo e funcional, pois se se tornar uma forma habitual de se relacionar com seu parceiro, o fracasso do relacionamento ainda irá vir.

Publicidade

Artigos relacionados

Comentarios

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe o artigo

Artigos Mais Recentes