Trabalhando Até Morrer

Livro:Por que Fazemos o que Fazemos?: Aflições Vitais Sobre Trabalho, Carreira e RealizaçãoLivro:Reflexões sobre a Vida e Decálogos do Advogado e o Trabalho Ordinário

Estamos Condenados a viver trabalhando até morrer,porque precisamos nos manter e ter aquilo ou comprar acolá,comer,vestir,luxar,etc….etc…
Enfim dependemos do “Maldito Dinheiro” para vivermos cada dia mais.

 O ser humano nasce cresce fica adulto e logo tem que cumprir com as obrigações trabalhando até morrer, muitos pessoas trabalham para sobreviver, e no emprego sofre com pressões, fofocas, falsidades das pessoas, pressões psicológicas de seus chefes e  outros tipos de humilhações,como lidar com tudo isso? E no final do dia nasce a depressão e o desânimo, ai nasce outro dia e começa toda aquela rotina, aí vai tudo de novo, e assim vai até morrer até envelhecer.
Mas com tanto trabalho em nossas costas,o trabalho se torna viciante ou enfadonho.E por algum motivo somos obrigados a permanecer em um emprego maçante,cansativo e entediante.E com a crise do país ou no buraco que está não resta muitas opções devemos permanecer naquele lugar por muito tempo.Porque às vezes não encontramos saída,e vivemos sem um direcionamento sem conduta de nós manter.

Quando um indivíduo encontrar sorte na vida,um emprego que goste que supri todas as necessidades aí a coisa muda.Mas quero falar aquilo daquelas pessoas humildes,num quero dizer que também os outros não são humildes.
Mas o caso aqui são aquelas que vivem em mundo que depende de um “Patrão” para se manter.Alguem que levanta cedo,e mesmo com tudo,enfrentando assaltos e violência em geral,está ali,pontualmente ou atrasado por causa do ônibus que não passa no horário certo.Mas está ali enfrentando a vida  dia a dia após dia,lutando,trabalhando até morrer e as vezes nem é reconhecido,as vezes é punido em sua empresa,ela derrama seu sangue e se mata por uma coisa que dos outros,pois tudo que ela faz é em vão.“Morrendo Trabalhando”

Existe um termo japonês que muita gente não consegue entender “karoshi” ou simplesmente “morrer de tanto trabalhar”
Com certeza você já viu durante sua Jornada e sua rotina de trabalho tantas pessoas reclamando de dores,eu mesmo já presenciei,mas estão lá se matando,se sacrificando.
Será culpa então da cultura?”Dá-se muita importância ao tempo que a pessoa passa no trabalho e esquece que elas têm uma vida e não é um robô, mas trata-se de uma atitude de uma sociedade acomodada que aceita tudo de mãos abertas.

O modo que a reforma e composta e considerada uma das mais malvadas  atacando os direitos dos trabalhadores do Brasil.
O essencial é um trabalho e a segurança, folgas em feriados e descanso, bons colegas de trabalho e ter um emprego flexível.
A principal causa dessas morte por excesso de trabalho é o estresse que acaba levando a pessoa a ter uma morte  causada por ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral. As principais vítimas são do sexo masculino os assalariados que são conhecidos por suas longas jornadas de trabalho, e pelo pouco  salário que não é compatível com a carga horária de trabalho e também por sofrerem, vários tipos de humilhações por parte de seus chefes em consequência do seu baixo prestígio dentro do emprego.
Acredito que não devemos deixar lado a saúde e a qualidade de vida.
Já não existe tempo para ‘viver’. A rotina do ser humano é trabalhar para sobreviver.

 

Você Também Pode Gostar

%d blogueiros gostam disto: